Conservação de espécies ameaçadas

Publicado originalmente em instagram de Pretty Much Science. Para acessar, clique aqui.

Quando se comparado com o resto do mundo, o Brasil é um dos países mais ricos e diversos de fauna e isso pode ser explicado pela grande variedade de vegetação e de biomas que fazem parte do nosso país.
.
Atualmente, tem- se conhecimento de 755 espécies de mamíferos que vivem no Brasil, conforme dados recentes publicados pela Sociedade Brasileira de Mastozoologia (estudo dos mamíferos). Existem no mundo aproximadamente 10.426 espécies de aves (segundo a BirdLife International), dessas, cerca de 2.000 espécies são encontradas no Brasil (Comitê Brasileiro de Registros Ornitológicos – CBRO), e em relação a herpetofauna (lugar onde habitam repteis) os números brasileiros não são diferentes, sendo atualmente conhecidos cerca de 841 espécies de anfíbios e 701 espécies de répteis, onde a maior diversidade desse grupo de animais ocorre em florestas tropicais úmidas.
.
Entretanto, nem tudo são flores! O crescimento desenfreado das grandes cidades, a especulação imobiliária, o agronegócio, instalação de terminais portuários e a exploração ilegal de minérios (grilagem) são alguns dos grandes violões para a nossa fauna. Para a instalação de empreendimentos terrestres se faz necessária a supressão vegetal, gerando assim a perda de habitat para a fauna, a fragmentação ambiental, maiores riscos de atropelamento e a potencialização da Caça ilegal, criando-se assim riscos de ameaça de extinção à nossa fauna.

Por / by: Raquel de Paula, PhD em Geoquímica Ambiental – @raquellmp

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Share on linkedin
Share on telegram
Share on google

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Language »
Fonte
Contraste