Pandemia seria planejada e uso de máscaras é desnecessário e perigoso?

Matéria publicada originalmente no Nujoc Checagem. Para acessar, clique aqui.

Autora: Thaís Guimarães

Uma publicação que circula nas redes sociais sugere que a pandemia da covid-19 é algo planejado, e que o uso de máscaras de proteção facial é desnecessário e “perigoso”.

Desde o início da pandemia da covid-19 (coronavírus), muitas têm sido as informações falsas a respeito da doença. No Brasil, a internet é o principal meio onde tais mentiras têm sido disparadas: mitos que negam o número de casos confirmados e óbitos pela doença, histórias dizendo que a pandemia foi planejada e que o vírus foi criado em laboratório, dentre outras desinformações.

Uma das fake news mais recorrentes fala sobre o uso de máscaras. O Nujoc Checagem recebeu prints de uma publicação no Twitter onde se questiona a eficácia e necessidade de se usar máscaras na prevenção da covid-19.

A publicação em questão defende a ideia de teoria da conspiração, apresentando números e ilustrações, com informações totalmente distorcidas. “Pandemia planejada: o que não te contaram sobre a máscara facial”, assim inicia o texto, cujo autor não é identificado.

O primeiro ponto defendido é que o uso de máscaras “pressupõe dentro da mente humana que existe uma ameaça externa”. Segundo o texto, ao usarem máscaras de proteção, as pessoas podem pensar que estão “danificadas anteriormente”, o que causaria um distanciamento entre os seres humanos.

O outro ponto que questiona a necessidade de proteção facial, diz que ao usar máscara, o ser humano estaria esgotando a ingestão de oxigênio vital. O texto sugere ainda que as máscaras devem ser utilizadas “por motivos temporários e intervalos curtos”.

A publicação traz ainda números relacionados à pandemia no Brasil: população total brasileira, caos confirmados de covid-19 e óbitos já registrados. Os números em questão já estão desatualizados, visto que o post é do início de agosto, contudo, o teor da mensagem é: a quantidade de mortos pela doença no Brasil é “mínima”, considerando a população total do país, assim, segundo o texto, não há necessidade do uso de máscaras.

Esse tipo de boato já tem sido refutado exaustivamente pelos órgãos de saúde, meios de comunicação e pelo próprio Nujoc Checagem. A Organização Mundial da Saúde (OMS), instituição de maior renome e respaldo parra responde questões sobre a pandemia, constantemente reforça a necessidade do uso de máscaras.

Um documento atualizado da OMS, publicado no Brasil em parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), reforça a necessidade do uso de máscaras e apresenta comprovações científicas para respaldar tal orientação.

A Universidade de São Paulo (USP) publicou recentemente um vídeo produzido através de computação gráfica 3D, que demonstra a eficácia do distanciamento social e do uso de máscaras na prevenção da disseminação do novo coronavírus. O vídeo faz parte do projeto Homem Virtual, coordenado pelo professor Chao Lung Wen, chefe da Disciplina de Telemedicina da Faculdade de Medicina da USP.

Sobre a máscara impedir a ingestão de oxigênio, o G1 publicou uma matéria contendo entrevistas com diversos especialistas em saúde, todos desmentindo tal boato.

Ministério da Saúde em seu site oficial, na ala específica da covid-19, dentre as inúmeras recomendações, reforça a necessidade do uso de máscaras com proteção.

“Estimule familiares, amigos e colegas de trabalho sobre a importância do uso de máscara e da higienização das mãos na prevenção da disseminação do vírus causador da doença covid-19”, consta no site do Ministério da Saúde.

Portanto, há provas e evidências substanciais de que esta publicação que circula nas redes sociais, negando a gravidade da pandemia e questionando a necessidade de proteção, é mais uma informação falsa, que tem servido apenas para confundir a população e atrapalha a luta que o mundo hoje trava contra o coronavírus.

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Share on linkedin
Share on telegram
Share on google

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Language »
Fonte
Contraste