Golpe de Estado ou movimento reativo?

Publicado originalmente em instagram de LEPCOM. Para acessar, clique aqui.

Para você que assistiu ou vai assistir nossa live do dia 07/12/21, gravada em nosso IGTV, apresentamos um ponto abordado na conversa. 

@rodrigopattosamotta acabou de lançar seu novo livro ‘Passados presentes – O Golpe de 1964 e a ditadura militar’, cuja proposta é atingir o público externo às universidades, mas sempre dialogando com os historiadores e pesquisadores daquele período. Trata-se de um livro de síntese historiográfica sobre a história e o legado da ditadura militar no país, desconstruindo principalmente os discursos da extrema direita que defende a ditadura e seus valores ou nega suas violências. Nem por isso, o livro deixa de examinar criticamente a memória da esquerda sobre o período.  

Conforme o autor, existe uma grande falta de compreensão histórica do que foi o Golpe de 64, e Motta exemplifica isso mencionando, por exemplo, como a esquerda é colocada como responsável direta pelo ocorrido, já que supostamente o ato teria surgido para derrotar uma ameaça guerrilheira que, de fato, nunca existiu antes de 1964. Por outro lado, não foge ao desafio de analisar a história, contradições e projetos da guerrilha de esquerda que surgiu após o golpe, como forma de resistência à ditadura.  

Portanto, Rodrigo Patto Sá Motta ilustra a importância de debatermos sobre esses e outros assuntos tão controversos de maneira crítica e ao mesmo tempo ponderada, reafirmando o papel da historiografia em ajudar a construir uma visão ampla e sem tabus sobre um período que ainda tem um grande impacto na nossa sociedade e, consequentemente, sobre a afirmação da democracia no Brasil.

Ficou interessado em saber mais? Confira a gravação da live “Passados Presentes, O Golpe de 1964 e a Ditadura”, no IGTV! Acompanhe nossa página sobre fatos históricos e atualidades. Compartilhe este post!

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Share on linkedin
Share on telegram
Share on google

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Language »
Fonte
Contraste