Ausência de vacinas causaria pandemias constantes, dizem especialistas

Publicado originalmente em União Pró-Vacina por Thaís Cardoso. Para acessar, clique aqui.

Com o início da campanha de vacinação em massa contra a covid-19 no Brasil, tornou-se fundamental disseminar informação com embasamento da ciência para combater inúmeras notícias falsas que ainda circulam sobre esse tema e que podem desestimular as pessoas a se vacinarem. Por isso, abrindo a temporada 2021, o USP Analisa exibe uma série especial sobre esse tema. No primeiro programa, que você acompanha nesta semana, o enfermeiro especialista em imunização e criador do canal Hora de Vacinar, Leandro Torres, e a bióloga e doutoranda da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto da USP Amanda Goulart contam a história das primeiras imunizações e explicam a ação da vacina em nosso corpo.

Amanda destaca que as vacinas são essenciais para evitar crises sanitárias e econômicas como a que vivemos atualmente. “Se a gente não tivesse nenhum tipo de imunização, de vacinação, como seria a nossa vida? Íamos viver em pandemias constantes, haveria dano constante na economia. Além das mortes precoces, ia ser uma bagunça. Então a vacinação é a resposta para tudo”, afirma ela.

Leandro destaca o impacto positivo dos imunizantes na longevidade da população. “Depois da introdução do saneamento básico e da água potável no mundo, nada salvou mais gente do que as vacinas. É super importante lembrar disso porque se a gente não tivesse uma ideia de saneamento, que começou na Inglaterra com a descoberta da cólera, se a gente não tivesse toda essa vigilância epidemiológica, essa análise da doença e de como ela se espalha, a gente não teria uma expectativa de vida como a gente tem hoje. Antigamente, o pessoal vivia 30, 40 anos e hoje a gente consegue viver aí 80, 90. Mas infelizmente a gente está vivendo um momento da nossa sociedade em que as pessoas estão desacreditando até mesmo a ciência”, destaca ele.

Os dois entrevistados também integram a União Pró-Vacina, uma iniciativa de várias instituições para combater a desinformação sobre vacinas.

A primeira parte da entrevista vai ao ar nesta quarta (17), a partir das 18h05, com reapresentação no domingo (27), às 11h30. O programa também pode ser ouvido pelas plataformas de áudio iTunes e Spotify

USP Analisa é uma produção conjunta do Instituto de Estudos Avançados Polo Ribeirão Preto (IEA-RP) da USP e da Rádio USP Ribeirão Preto. Para saber mais novidades sobre o programa e outras atividades do IEA-RP, inscreva-se em nosso canal no Telegram.

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Share on linkedin
Share on telegram
Share on google

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Language »
Fonte
Contraste