RNCD participa da Declaração Universal pela Comunicação idealizada pela ORBICOM (UNESCO/UQAM)

Matéria publicada no site da Université du Québec à Montréal. Confira aqui

Com a pandemia de COVID-19 e as mudanças climáticas em todo o mundo, a desinformação se torna cada vez mais preocupante. Diante desse contexto, a Rede Internacional de Cátedras da UNESCO em Comunicação (ORBICOM), desenvolvida juntamente com a Université du Québec à Montréal, lançou, no dia 19 de janeiro, a Declaração Universal pela Comunicação.

O material foi produzido com o intuito de ressaltar a responsabilidade social no âmbito da comunicação. Por meio da Declaração Universal pela Comunicação, são convidados especialistas, pesquisadores e profissionais a utilizarem seus conhecimentos em prol da sociedade. “ [A Declaração] visa a todas pessoas que trabalham em torno da comunicação com a proposta de darmos a nossa contribuição social para a resolução de várias crises, como a crise climática, a crise de saúde e, de forma mais geral, a crise ligada à profissão da informação», Explica Oumar Kane, secretário geral da ORBICOM.

A mensagem da Declaração ecoa até o Brasil. Várias organizações locais a assinaram. Uma delas é a Rede Nacional de Combate à Desinformação (RNCD), criada em setembro de 2020 em resposta à gestão da crise de saúde e climática pelo presidente Jair Bolsonaro.

Em entrevista para o jornal da Université du Québec à Montréal realizada em janeiro, a coordenadora da RNCD, Ana Regina Rêgo, fala de sensibilizar a população para notícias falsas sobre a transmissão e prevenção da COVID-19, inclusive divulgadas pelo presidente do Brasil. “ Neste momento, no Brasil, existe uma negação. Ninguém acredita que haja notícias falsas e desinformação, por isso a relevância de assinar esta declaração para promover o trabalho dos jornalistas“, frisou.

A coordenadora da RNCD também afirma que trabalhando em colaboração com outras organizações, na América do Sul e no resto do mundo, o debate avance o suficiente para que, da mesma forma, mais vidas sejam salvas.

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Share on linkedin
Share on telegram
Share on google

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Language »
Fonte
Contraste