Nenhum estudo mostra que a CoronaVac não é eficaz contra a variante Delta da covid-19

Publicado originalmente em Nujoc Checagem por Sane Araújo. Para acessar, clique aqui.

Em uma publicação feita na sua página do Instagram, o jornalista Junior Melo informou que a CoronaVac não teria eficácia contra a variante Delta do novo coronavírus, na legenda ele informa “A Organização Mundial da Saúde (OMS) já alertou para a maior transmissibilidade da variante B.1.617.2 ou Delta da Covid-19, predominante na Índia dessa estirpe, alertando que o relaxamento das medidas pode motivar sua expansão. Numa época em que as campanhas de vacinação decorrem no mundo inteiro, importa perceber quais vacinas serão mais eficazes contra esta variante, que pode se tornar dominante em breve, ultrapassando a britânica. Confira a matéria na íntegra no nosso site.” acompanhado da imagem  abaixo. 

Foto: Reprodução/Instagram

A variante Delta do novo coronavírus foi descoberta em outubro de 2020, mas agora em 2021 ela se espalhou com mais força por vários países, onde foi se tornando dominante. Algumas vacinas que estão sendo disponibilizadas foram testadas contra essa nova variante, e algumas já se mostraram eficazes. Os resultados positivos vieram da Pfizer, AstraZeneca, Moderna e Janssen que apresentaram resultados iguais ou próximos a eficácia já apresentada contra outras variantes.  

A vacina da Pfizer manteve 93% de eficácia contra casos graves e hospitalização em pessoas infectadas pela variante Delta. Na Inglaterra, a AstraZeneca demonstrou 92% de proteção contra casos graves e internações causadas pela nova variante. A vacina da Moderna Therapeutics manteve a eficácia em testes de laboratório, e a da Janssen Biotech também. O laboratório Sinovac, ainda não informou a eficácia da vacina CoronaVac contra a nova variante. 

A diretora do Centro de Desenvolvimento Científico (CDC) do Instituto Butantan, Sandra Coccuzzo Sampaio Vessoni, informou que serão realizados estudos sobre a eficácia da vacina, após a primeira confirmação de uma paciente com a variante no estado de São Paulo, “Ainda não é uma preocupação e ainda não sabemos se a vacina é capaz de neutralizar [a cepa delta]. Caso essa variante mostre que tem porcentagem alta de pessoas contaminadas por ela e entre em patamar parecido com a P1, aí dá para fazer todos os testes necessários e vamos começar a pensar na estratégia vacinal.”

A vacina foi testada em laboratório, e no dia 07 de julho, o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, disse que a Coronavac apresentou bons resultados contra a variante Delta do coronavírus “A vacina do Butantan, a Coronavac, já foi testada em laboratório na China contra essa variante e os resultados foram muito animadores. A vacina apresenta resposta adequada contra a variante em laboratório. Vamos ver como isso se comporta em termos populacionais” afirmou Dimas Covas. 

Até o momento, não houve nenhuma comprovação que a vacina contra covid-19 coronavac não proteja contra a nova variante. O Nujoc Checagem já verificou outras informações sobre as vacinas contra o novo coronavírus, para mais informações, clique aqui

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Share on linkedin
Share on telegram
Share on google

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Language »
Fonte
Contraste