Governadores da Amazônia Legal devem apresentar ações para bioeconomia na COP26

Publicado originalmente em ANDA News por Amanda Andrade. Para acessar, clique aqui.

O documento foi assinado na noite de segunda-feira (18/10) e prevê direcionar recursos para cadeias produtivas da área de bioeconomia

Os governadores que integram a Amazônia Legal assinaram durante o Fórum Mundial de Bioeconomia em Belém um acordo para direcionar recursos à bioeconomia na região. As ações serão apresentadas na  26ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática, a COP26.

A informação foi confirmada pelo governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), em entrevista à Globo News na última terça-feira (19/10).

“Estamos construindo soluções. Reunimos o consórcio de governadores que compõem a Amazônia Legal para também construir ações coletivas, que inclusive estaremos apresentando na COP26”, afirmou.

O documento foi assinado na noite de segunda-feira (18/10) e prevê direcionar recursos para cadeias produtivas da área de bioeconomia.

Além do Pará, estiveram no encontro Flávio Dino, governador do Maranhão; Gladson de Lima Cameli, governador do Acre; Wilson Miranda Lima, governador do Amazonas; Otaviano Pivetta, vice-governador do Mato Grosso; Marcos José Rocha dos Santos, governador de Rondônia; Antonio Denarium, governador de Roraima; Wanderlei Barbosa Castro, vice-Governador do Tocantins; e Antônio Waldez Góes da Silva, governador do Amapá.

Bioeconomia

O governador do Pará destacou entre as possibilidades de incentivos na bioeconomia, o apoio a produtores de cacau, açaí, castanha-do-Pará, pimenta-do-reino e dendê.

“Para conciliar geração de emprego e renda à proteção de milhões de brasileiros que aqui moram, sem que seja conflitante com o compromisso que todos devemos ter com a preservação da floresta, com a agenda climática, com a redução de gases do efeito estufa”, disse.

Ainda conforme o governador, o Fórum da Amazônia tem dialogado com o governo federal para que lidere os processos de ampliação de produções voltadas à bioeconomia.

COP26

A 26ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática, a COP26, é realizada do dia 31 de outubro até 12 de novembro em Glasgow, na Escócia.

Líderes de 196 países, ministros de meio ambiente, cientistas, ativistas e outras personalidades discutirão maneiras de frear os impactos negativos da ação humana no planeta, em um momento crucial para o meio ambiente.

A prioridade da COP26 é fazer com que os países se comprometam a zerar as emissões de carbono até a metade deste século, com cortes mais agressivos a partir de 2030.

Para isso, é previsto um plano de US$ 100 bilhões de financiamento climático por ano, já que nações mais pobres estão sendo as primeiras a sentir os impactos mais duros das mudanças climáticas.

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Share on linkedin
Share on telegram
Share on google

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Language »
Fonte
Contraste