O CO2 subiu, mas a temperatura não acompanhou

Publicado originalmente em Fakebook.eco. Para acessar, clique aqui.

FATO Gás carbônico e temperatura variam em sincronia

Tanto o aumento da concentração de CO₂ quanto o aquecimento aceleraram nas últimas décadas

Uma afirmação recorrente entre negacionistas é a de que “não há relação entre CO2 e temperatura”, ou que “o CO2 sobe e as temperaturas não acompanham”. Esta afirmação não se sustenta diante dos fatos.

Desde 1958 são feitas medições diárias de CO2 pelo Observatório de Mauna Loa, mantido pela National Oceanic and Atmospheric Administration (NOAA) no alto do vulcão homônimo no Havaí. Foi ali que o americano Charles David Keeling fez as primeiras medições sistemáticas de CO2 na atmosfera, dando origem à famosa curva que leva seu nome e que mostra o crescimento irrefreável das concentrações de CO2 no ar.

Ao cruzar esses dados com os de temperatura média global, divulgados no site dos National Centers for Environmental Information, também vinculado à NOAA, o resultado não deixa margem para dúvidas. O gráfico, que mostra os valores de concentração de CO₂, em partes por milhão, no eixo à esquerda, e a anomalia de temperatura, em °C, no eixo à direita, mostra que as duas variáveis andam juntas. Em 60 anos, a média anual da concentração de CO₂ foi de 316,0 ppm (partes por milhão) para 411,4 ppm (lembrando que a concentração pré-industrial era inferior a 280 ppm). Nesse mesmo período, a temperatura subiu 0,87°C.

É fácil perceber também que tanto o aumento da concentração de CO₂ quanto o aquecimento global se aceleraram nas últimas décadas. A correlação entre as duas séries é 0,951, ou seja, um valor muito próximo do máximo (que seria um, indicando uma concordância completa entre as duas variáveis).

CHEQUE VOCÊ MESMO

National Oceanic and Atmospheric Administration (NOAA)

Keeling Curve

National Centers for Environmental Information

Este texto foi adaptado do blog “O que você faria se soubesse o que eu sei?”

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Share on linkedin
Share on telegram
Share on google

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Language »
Fonte
Contraste