Médica faz afirmações falsas sobre discurso de Bolsonaro nas Nações Unidas

Publicado originalmente em Nujoc Checagem por Márcio Granez. Para acessar, clique aqui.

Ela afirmou, por exemplo, que o tratamento precoce ajudou a salvar milhares de vidas

A médica Raissa Soares postou em suas redes sociais um vídeo em que parabeniza o presidente Jair Bolsonaro por seu discurso na Assembleia das Nações Unidas, no dia 21 de setembro. O vídeo foi encaminhado ao NUJOC para checagem pelo aplicativo Eu Fiscalizo, da Fundação Oswaldo Cruz.

Trata-se de um vídeo de cerca de 1 minuto e meio de duração, postado no Instagram da médica na data em que o presidente discursou na ONU. Ela declara: “[…] Eu vim aqui apenas te agradecer, e te homenagear com essa singela mensagem. […] Muito obrigada, meu presidente, pela coragem, de colocar e se posicionar, diante da ONU, diante das autoridades dos vários países, em defesa da vida, no Dia Mundial da Paz, no dia de Defesa do Portador de Deficiência Física, o senhor trouxe a verdade do tratamento precoce no seu discurso, dando notoriedade ao trabalho nosso, de milhares de médicos […]. Pela sua coragem, pela sua honestidade, pelo seu caráter, pela sua honradez, nós, médicos, e eu como médica, venho aqui te agradecer neste dia, porque o senhor lavou a nossa alma. Nós continuamos cuidando de vidas, e muito obrigado pelo seu apoio”.

Em que pese a opinião da médica sobre o que ouviu de Bolsonaro na ONU, o discurso dele não teve nada de positivo para os analistas nacionais e estrangeiros. A fala do presidente distorceu dados e ignorou os fatos em assuntos como tratamento precoce, desmatamento da Amazônia e corrupção, como mostra esta matéria do G1.

A repercussão em nível internacional foi de ceticismo dos principais analistas, quando não de franca desaprovação. Esta matéria da BBC News Brasil define a reação da mídia internacional ao discurso de Bolsonaro na ONU com dois adjetivos: provocativo e constrangedor. Ao afirmar que o presidente fez sucesso lá fora, a médica dá a entender que o presidente é um estadista respeitado em todo o planeta, o que não tem qualquer sustentação na realidade. Os índices de popularidade em queda do atual chefe do Executivo nacional têm acirrado os ânimos da parcela fiel do eleitorado – o que pode explicar a declaração da médica.

A médica Raissa Soares: disseminado desinformação. Imagem: Captura de tela/Instagram

Tratamento precoce – A médica também volta a defender a eficácia do tratamento precoce, à base de cloroquina e outros medicamentos que teriam sucesso no combate à Covid-19: “O senhor foi porta-voz de todos nós, defensores do tratamento da Covid. Nós salvamos milhares de vidas e nós continuamos cuidado das vidas”. Ela também afirma que os médicos seguem “tendo a certeza de que o tratamento é possível, a doença da Covid-19 é tratável, e nós conseguimos preservar a vida e impedir milhares de mortes”.

A declaração não tem fundamento. A Covid-19 não pode ser combatida pelos medicamentos do chamado tratamento precoce, como já foi provado por diversas pesquisas diversas pesquisas com esses medicamentos. Alguns especialistas mostram que, em vez de ajudar, os remédios do chamado “kit Covid” representam um risco potencial, podendo agravar a doença causada pelo novo coronavírus. As curas atribuídas ao tratamento precoce são, na verdade, devidas ao restabelecimento natural do organismo, pois os índices de letalidade da Covid giram em torno de 0,6%, conforme você pode conferir nesta matéria aqui.

Atualmente, existe forte pressão da Comissão Parlamentar de Inquérito sobre a pandemia para apurar responsabilidades de médicos que receitaram os medicamentos do tratamento precoce. Há indícios de que a gestora de planos de saúde Prevent Senior obrigou alguns médicos a usar hidroxicloroquina, mesmo contra a vontade do paciente. Também há indícios de alteração de prontuários e de atestados de óbito, para esconder a infecção por Covid e o tratamento precoce como causa da morte.

A médica Raissa Soares é uma defensora contumaz da gestão Bolsonaro e do tratamento precoce. Ela também integra o grupo Associação de Médicos pela Vida, que promove o tratamento nos meios de comunicação. O NUJOC já fez várias checagens envolvendo declarações da médica Raissa Soares. Confira aqui.

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Share on linkedin
Share on telegram
Share on google

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Language »
Fonte
Contraste