Imunidade por infecção não é mais eficaz que a vacina contra covid-19

Publicado originalmente em Nujoc Checagem por Sane Araújo. Para acessar, clique aqui.

Recebemos através do aplicativo EuFiscalizo a postagem do usuário Marceu Lima realizou no seu ig do Instagram onde ele  passou informações de uma matéria publicada no Israel National News afirmando que a imunização natural, ou seja, quando a pessoa adquire anticorpo após ser infectado com o vírus, seria mais eficaz que a vacina contra covid-19.

Foto: Reprodução/Instagram

O site do Estadão entrou em contato com o Ministério da Saúde do país e verificou que os dados disponíveis até o momento pelo órgão não permitem afirmar que a imunização por infecção é mais eficaz, e que a vacinação se mostrou eficaz contra o vírus, diminuindo a quantidade de casos graves, internações e mortes. 

Israel foi um dos primeiros países a ampliar a vacinação da sua população e a retornar a normalidade, graças ao projeto de imunização, pela compras e aplicação de vacinas aliado a um incentivo ao distanciamento social. O site da Fiocruz publicou uma matéria explicando que a imunização natural se torna um risco pelas diversas formas que vírus podem se manifestar, inicialmente acreditava-se que apenas pessoas mais velhas ou com comorbidades poderiam ter casos mais graves da doença, com o decorrer dos meses e as novas cepas da covid-19 percebe-se que todos estão expostos a uma infecção grave, caso opte por não receber a vacina contra o novo coronavírus. 

“De acordo com o Centro de Controle de Doenças (CDC), dos Estados Unidos, algumas pessoas preferem a infecção natural à vacinação para obterem a imunidade, mas o risco de doença e morte pelo vírus é muito maior que quaisquer benefícios da imunidade natural” informou o pediatra e infectologista do Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz) Marcio Nehab.  

O Nujoc Checagem já verificou outras informações sobre a vacinação contra covid-19, para mais informações clique aqui.

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Share on linkedin
Share on telegram
Share on google

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Language »
Fonte
Contraste